Home » » Princípios para Sustentabilidade em Seguros – PSI

março 12, 2014

Princípios para Sustentabilidade em Seguros – PSI

Lançados no dia 19 de junho de 2012, no Rio de Janeiro, por ocasião do 48º Seminário Anual da International Insurance Society e da Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Rio +20), os Princípios para Sustentabilidade em Seguros (PSI) são produto do trabalho desenvolvido desde o ano de 2009 por seguradoras globais em parceria com a Iniciativa Financeira do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente visando estabelecer um marco de compromissos para integração das questões ambientais, sociais e de governança (ASG) nos negócios de seguros.

A iniciativa de desenvolver os Princípios teve início depois que a Iniciativa Financeira do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP FI) realizou uma série de trabalhos de pesquisa de 2006 a 2009. A pesquisa concentrou-se nos riscos e nas oportunidades em seguros associados às questões ASG.

O desenvolvimento dos Princípios foi supervisionado e administrado por instituições-membro e observadoras do mercado de seguros na UNEP FI e pela Secretaria da UNEP FI. A partir do final de 2009 até o começo de 2011, a UNEP FI incumbiu-se de um longo processo de discussões profundas para elaborar a minuta dos Princípios.

Em 2011, a UNEP FI participou de reuniões de consulta na África, Ásia, Europa, América Latina e região do Caribe, no Oriente Médio e na África do Norte, na América do Norte e na Oceania, com o intuito de obter insumo internacional sobre a minuta dos Princípios. Participaram das reuniões mais de 500 representantes da alta administração do mercado de seguros, do governo e de órgãos reguladores, de organizações intergovernamentais e não-governamentais, de associações do comércio e da indústria, da comunidade acadêmica e científica.

O objetivo dos Princípios é direcionar e promover o engajamento da indústria global de seguros na seara da sustentabilidade, reconhecendo e impulsionando a vocação natural do setor, enquanto gestor de risco, tomador de risco e investidor, para o enfrentamento dos desafios contemporâneos ligados às questões ASG.

Os Princípios encerram os valores fundamentais do desenvolvimento sustentável e foram formulados para abranger os processos internos das seguradoras, suas relações com clientes e parceiros comerciais, sua interação com públicos estratégicos e a publicidade das ações promovidas, nos seguintes termos:

Princípio 1
Incluiremos em nosso processo de tomada de decisão questões ambientais, sociais e de governança que sejam relevantes para nossa atividade em seguros.

Princípio 2
Trabalharemos em conjunto com nossos clientes e parceiros comerciais para aumento da conscientização sobre questões ambientais, sociais e de governança, gerenciamento de riscos e desenvolvimento de soluções.

Princípio 3
Trabalharemos em conjunto com governos, órgãos reguladores e outros públicos estratégicos para promover ações amplas na sociedade sobre questões ambientais, sociais e de governança.

Princípio 4
Demonstraremos responsabilidade e transparência divulgando com regularidade, publicamente, nossos avanços na implementação dos Princípios.

Os Princípios podem ser subscritos por seguradoras e resseguradoras de todo o mundo, e são apoiados por diversas instituições ao redor do mundo. No dia do lançamento dos PSI a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) tornou-se instituição apoiadora da Iniciativa dos PSI e entre as empresas signatárias encontram-se as brasileiras: Bradesco Seguros, Itaú Seguros, Mongeral Aegon, Porto Seguro Seguros, Seguradora Líder DPVAT, SulAmérica Seguros e a resseguradora Terra Brasis Resseguros.

Pin It

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

« Anterior: Próximo »

Voltar ao topo