Brasil entre os que menos investem em políticas públicas de combate às mudanças climáticas

Home » Home, Mudanças Climáticas, Notícias, Relatórios » Brasil entre os que menos investem em políticas públicas de combate às mudanças climáticas

dezembro 10, 2014

Brasil entre os que menos investem em políticas públicas de combate às mudanças climáticas

As ONGs Germanwath e Climate Action Network Europe divulgaram durante a Conferência do Clima, realizada em Lima (COP 20), relatório produzido por 300 especialistas concluindo que nenhum país elaborou políticas públicas satisfatórias contra as mudanças climáticas. O Brasil, em particular, caiu 14 posições entre as 58 nações avaliadas, atingindo, segundo o relatório, o “fundo do poço”, no 49º lugar.

Criado em 2005, o relatório analisa as ações dos países responsáveis por 90% das emissões de CO2 no mundo. Entre os melhor avaliados, ainda que com ações insufientes, estão Dinamarca, Suécia e Reino Unido, enquanto que os pior avaliados foram Austrália e Arábia Saudita.

No Brasil, as emissões cresceram principalmente na geração de eletricidade, aviação e construção civil, informou um dos autores do documento, Jan Burck.

Já o diretor do Programa de Mudanças Climáticas do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, Osvaldo Stella, disse que o o aumento da frota de veículos paralelamente à redução do preço da gasolina, mais poluente que o etanol, também contribuiram para a situação por aqui. Ele lembra, porém, que o combate ao desmatamento da amazônia deve melhorar a posição do Brasil no ranking quando esses índices forem atualizados.

Outra publicação bastante discutida durante a COP 20, que está em sua segunda e última semana, foi o artido da revista Nature Climate Change baseado na pesquisa do Met Office, o órgão de meteorologia do governo britânico, informando que verões extremante quentes como o ocorrido na Europa em 2003, que aconteciam, em média, duas vezes a cada cem anos, poderão, a partir de 2030.

Tags: , , ,

Pin It

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

« Anterior: Próximo »

Voltar ao topo