Home » Notícias » Relatório da ONU afirma que as perdas por desastres naturais estão fora de controle

maio 17, 2013

Relatório da ONU afirma que as perdas por desastres naturais estão fora de controle

Só neste século, os prejuízos por desastres naturais já chegaram a 2,5 trilhões de dólares

O Escritório para Redução de Riscos de Desastres da Organização das Nações Unidas divulgou no dia 15 de maio o Relatório Global de Avaliação (UNISDR) 2013 alertando que as perdas econômicas relacionadas a desastres naturais estão “fora de controle“ e continuarão a crescer se o gerenciamento de riscos não ganhar mais importância nas estratégias de negócios globais.

O documento avaliou as bases de dados de 40 países referentes a perdas por desastres, além de pesquisa com 1.300 pequenas e médias empresas em locais propensos a desastres nas Américas e análise dos processos de gerenciamento de risco de 14 grandes empresas.

“Nós realizamos uma revisão completa dos cálculos de perdas financeiras acarretadas por enchentes, terremotos e secas e está claro que esses valores têm sido subestimados em pelo menos 50%. Só nesse século, as perdas diretas por desastres naturais chegaram a 2,5 trilhões de dólares”, declarou o secretário geral da ONU, Ban Ki-moon, que ainda disse que os princípios de gerenciamento de risco devem ser ensinados nas escolas de negócio e estar presentes na mentalidade dos investidores.

As transformações na economia global nos últimos 40 anos levaram a um rápido aumento dos riscos de desastre em todos os países, dos pobres aos ricos. Segundo o relatório, a globalização, a busca por redução de custos, por maior produtividade e por menores prazos de produção levam os negócios a locais com pouca ou nenhuma preocupação com as consequências sobre a cadeia de abastecimento global.

Um novo modelo de cálculo de riscos desenvolvido pelo Escritório para Redução de Riscos de Desastres da ONU e seus parceiros demonstra que as perdas médias anuais causadas apenas por terremotos e ciclones podem chegar a 180 bilhões de dólares ainda neste século.

De acordo com a chefe do Escritório, Margareta Wahlström, em um mundo de contínuo crescimento populacional, rápido processo de urbanização, mudanças climáticas e investimentos que não levam em consideração os riscos de desastres, o aumento do potencial de perdas futuras é a maior preocupação.

>> Acessa a página (em inglês) com informações detalhadas sobre o Global Assessment Report on Disaster Risk Reduction 2013

Tags: , , ,

Pin It

Notícias Relacionadas

Comments are closed.

« Anterior: Próximo »

Voltar ao topo